quinta-feira, 27 de julho de 2017

Virada Sustentável - ODS - 25 de Julho

Qual seu plano para o mundo? 
 25 de Julho - Virada Sustentável 2017 - Av. Paulista, 1374 - 3o Mezanino 
ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da Agenda 2030 da ONU para Transformar o Mundo
Roda de Conversa e Tabuleiro ODS
Programe-se
Clique na imagem para ver a programação e se inscrever

Saí o relatório Benchmarking 2017 - Ano XV

Benchmarking em Números 
2003 - 2017

O Programa Benchmarking Brasil divulga seu relatório com informações consolidadas no período 2003 a 2017. Os números impressionam e mostram porque o Programa é considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira, e plataforma da inteligência coletiva em sustentabilidade. Veja os números: 
  • 15 edições realizadas
  • 373 cases Benchmarking certificados e organizados em 10 categorias gerenciais
  • 192 organizações dos 03 setores da economia e de 27 ramos de atividades, localizados em 17 diferentes estados da federação
  • 205 especialistas de 23 diferentes países na comissão técnica
  • 01  série com 3 volumes publicados: BenchMais1, BenchMais2 e BenchMais3
  • 01 revista, 13 edições publicadas
  • 01 Banco Digital com livre acesso na internet

Fóruns de Sustentabilidade - Agenda 2o Semestre

Programe-se
Agenda 2o Semestre 2017

Clique na imagem para ver a programação e se inscrever

terça-feira, 4 de julho de 2017

Sustentabilidade na prática e em tempo real

Benchmarking mostrou como a sustentabilidade está sendo aplicada nas organizações brasileiras 

O programa Benchmarking é considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira porque mostra a sustentabilidade na prática, operando e transformando realidades.

A banca avaliadora adota metodologia reconhecida para pontuar e definir score para os melhores cases, e com isto, proporciona uma visão precisa sobre os rumos da sustentabilidade nas organizações. É possível enxergar os temas que mais recebem atenção e investimentos, as inovações que surgem, e principalmente o comprometimento das organizações em ir além, promover mudanças, e liderar neste importante e competitivo quesito de gestão que é a sustentabilidade. 

Com um olhar mais atento podemos ver o surgimento de tendências e novos cenários se formando. Ou seja, é possível ver a sustentabilidade agindo em tempo real. 

A sustentabilidade que saiu do papel e virou realidade

XV Benchmarking Brasil, edição 2017, registrou algumas particularidades que merecem destaques para uma compreensão mais apurada da realidade socioambiental brasileira. As práticas certificadas dão embasamento para uma visão ampla e aprofundada sobre temáticas, segmentos, ramos de atividades e outros pontos importantes do cenário socioambiental brasileiro. São eles: 

1- Temas Campeões:
Como já esperado, “educação e informação socioambiental” foi uma das categorias mais concorridas com aproximadamente 30% dos cases certificados. 



2- Ramos de Atividades com maior comprometimento e avanço:
ENERGIA com 30% dos cases certificados (5 cases), seguido de empate na segunda colocação entre 3 segmentos: Governo, Mineração e Consultoria com 12% (2 cases de cada ramo de atividade).
3- Estados e Regiões mais atuantes:
O Ranking 2017 contemplou empresas de 9 diferentes estados localizados em 4 regiões (Sul, Sudeste, centro oeste, e Nordeste). A região sudeste respondeu por 53% do total. São Paulo foi o estado com maior número de cases certificados (5 cases), seguido de empate entre os estados RJ (2), PR (2), MT (2), MG (2), 12% de cada estado. Uma distribuição equilibrada entre estados. 

4- Segmentos e setores participantes: 
A iniciativa privada liderou com  53% dos cases certificados (9), seguida do Governo (4). Mas o Ranking também contemplou a participação de Fundação (1), Instituto (1) e Entidade Representativa (2). Portanto tivemos os 3 setores representados.

5- Comissão Técnica multidisciplinar e com especialistas de 08 diferentes países
Em conformidade com o regulamento do Programa, a CT (Comissão Técnica) reuniu 14 especialistas de 8 diferentes países. Ou seja, contou com  mais de 1/3 do corpo de jurados de outros países para conferir visão global na banca avaliadora.


Conclusões:  
A edição 2017 apresenta números e informações que nos remete a algumas conclusões. Por exemplo, a temática preferida, a região e o ramo de atividade com maior quantidade de cases certificados repetiu o resultado de 2016 e continuam na liderança. 
Educação e Informação (com 5 cases) continua firme e constante na preferência das empresas para implementação de práticas de sustentabilidade. O mesmo se repete em relação a região sudeste que continua com a maior concentração de empresas (9 empresas) no Ranking 2017. No item ramo de atividade, a iniciativa privada aumentou sua participação em 12% (passou de 7 para 9 participações), e o Governo diminuiu em 6% sua participação (passou de 5 para 4 participações). As demais participações continuaram semelhantes a edição anterior. 
Benchmarking Brasil, além de compartilhar as práticas certificadas em seu Banco Digital e nas publicações (livros, portais e revistas), também fornece dados relevantes para compreensão do nível de maturidade e dos avanços conquistados pelos times de sustentabilidade nas organizações. É oportunidade única de atualização e valorização da sustentabilidade (e de quem trabalha com elas) nas políticas e planos de investimentos das organizações brasileiras. 

04 de Julho de 2017
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660
www.benchmarkingbrasil.com.br