sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Comissão Técnica Benchmarking, sempre destaque

A XVI Edição do Programa Benchmarking Brasil apresenta nomes consagrados de especialistas e lideranças da sustentabilidade para avaliar os cases inscritos para certificação Benchmarking 2018. 

A banca avaliadora é composta por especialistas de 6 diferentes países: Chile, França, Itália, Colombia, Guiana Francesa, e Brasil.  

Para ver minibio e frase alusiva dos componentes da CT 2018, clique AQUI.  A seguir, os nomes que selecionarão os cases Benchmarking da XVI Edição. 

COMISSÃO TÉCNICA - XVI BENCHMARKING BRASIL - EDIÇÃO 2018 
  1. Beatriz Cruz - Fundadora do Núcleo Brasileiro de Economia Circular no Forum for the Future - São Paulo/Brasil
  2. Carolyna Yasmin Lopes Garcia – Representante UNEP FI – Santiago/Chile
  3. Claudia Valenzuela –Chefe da UNOPS ONU – Brasília/Brasil
  4. Daniel Kieling – Especialista em Mudanças Climáticas – Paris/França
  5. Diana Patricia - Pesquisadora da Escola de Economia da Universidade Sergio Arboleda e Editora da Revista Civilizar de Negócios e Economia - Bogotá/Colombia
  6. Gustavo Pinheiro – Chefe do Programa de Política Climática e Economia do Instituto Clima e Sociedade – Rio de Janeiro/Brasil    
  7.  Izabella Teixeira –  Co-presidente do Painel Internacional de Recursos da ONU - IRP / UNEP e Ex Ministra Meio Ambiente do Brasil – Rio de Janeiro/Brasil
  8. Maira de Cassia Petrini - Coordenadora Programas executivos HSM e Professora pós-graduação em temas da sustentabilidade da PUC RS – Porto Alegre/SP
  9. Marco Follador – Especialista em Mudanças Climáticas da Comissão Européia – Ispra/Italia
  10. Philippe Thibault – Cooperação para a sustentabilidade WWF – Cayenne/Guiana Francesa
  11. Rejane Pieratti - Diretora do Departamento de Desenvolvimento, Produção e Consumo Sustentáveis no Ministério do Meio Ambiente.– Brasília/Brasil
  12. Suzana de Pádua – Presidente do Instituto de Pesquisa Ecológica IPE – Brasília/Brasil
Visão Global, Credibilidade e Transparência

Um dos pilares do Programa Benchmarking Brasil é a sua comissão técnica. O seu formato de composição privilegia a multidisciplinaridade e o envolvimento efetivo de seus integrantes com a temática socioambiental. Para assegurar visão global na avaliação, a banca compreende nomes consagrados de personalidades, ativistas e especialistas ligados a entidades de reconhecido valor no Brasil e em outros países. E para assegurar credibilidade e transparência,  (ver metodologia) seus membros avaliam a qualidade gerencial das práticas adotadas sem ter acesso ao nome da instituição. Até o momento, a modalidade Benchmarking Senior contou com mais de 200 especialistas de 25 diferentes países que trabalham voluntariamente para a seleção e compartilhamento das melhores práticas de sustentabilidade do Brasil.  

Sobre o Programa Benchmarking Brasil
BENCHMARKING – UM PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DAS BOAS PRÁTICAS NAS ORGANIZAÇÕES
Um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País, que certifica e compartilha cases de boas práticas. Hoje com 1 modalidade âncora e 5 modalidades paralelas é o mais legítimo dos movimentos de sustentabilidade pela pluralidade de vozes que congrega. 

Empresas, Universidades, Escolas Técnicas Profissionalizantes, Órgãos e entidades representativas e governamentais, Artistas, Personalidades, e mídia especializada fazem parte da iniciativa que está em sua 16a edição. Mais de 200 especialistas e ativistas de 25 diferentes países compõem as Comissões Técnicas que selecionam e validam os cases inscritos. 

A metodologia de seleção dos cases tem o reconhecimento da ABNT, e o Programa construiu e detém o maior banco de práticas de sustentabilidade certificadas e com livre acesso da internet. Até o presente momento, 192 organizações dos 3 setores da economia tiveram 373 cases certificados e compartilhados em publicações (livros, revistas, portais e bancos digitais) e eventos técnicos (encontros, seminários, fóruns e congressos). 

Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) estão inclusos na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e as metas e compromissos do Programa estão na plataforma SDG (Sustainable Development Goals) da Agenda 2030 da ONU. Veja em:  https://sustainabledevelopment.un.org/partnership/?p=22525 

As inscrições dos cases para certificação Benchmarking das boas práticas socioambientais ocorrem no período de 24 de janeiro a 31 de março pelo site.
São Paulo, 16 de Fevereiro de 2018

Programa Benchmarking Brasil 
Inteligência Coletiva em Sustentabilidade 
www.benchmarkingbrasil.com.br

Fórum de Sustentabilidade em 15 de Março


O primeiro fórum de sustentabilidade de 2018 será sobre INOVAÇÕES E PRÁTICAS DE EXCELÊNCIA EM ENERGIA e se realizará em 15 de março. Na programação, a apresentação de cases, projetos e APPs certificados pelo Programa Benchmarking em 2017, e a participação de convidados especiais para aprofundamento no tema. Os Fóruns fazem a conexão das exposições com os ODS da Agenda 2030 da ONU e sempre se encerram com uma interatividade de sensibilização sobre a gestão na sustentabilidade nas organizações e sociedade. O público é formado por gestores, especialistas, pesquisadores, ativistas atuantes na área, além do publico jovens formado por estudantes técnicos e universitários. 

Sobre os Fóruns:

Os Fóruns de Sustentabilidade são encontros para exposição de cases, projetos e APPs certificados pelo Programa Benchmarking, e em consonância com a agenda ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) da ONU. Os primeiros encontros foram realizados a partir de 2000 reunindo especialistas, cientistas, ativistas, e lideranças para a troca de visões, reflexões e soluções sustentáveis. Foram sendo aprimorados continuamente, e a partir de 2017 se tornaram itinerantes e foram transmitidos pelo live do FB do Instituto MAIS. Os fóruns se realizam em parceria com universidades, escolas técnicas profissionalizantes, e entidades representativas. 

Participação gratuita com emissão de certificado digital aos que comparecem. Inscrições online. Calendário Anos Anteriores:  2017   2016    2015    2014    2013    2012    2011 

Para se inscrever ou ver a programação completa, Clique AQUI

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Sustentabilidade Renovada

Que o tempo não para, e que tudo muda o tempo todo no mundo (como diz a letra da música Como uma onda de Lulu Santos) todos sabemos. Mas o que nos move e nos faz acertar o rumo é que são elas.

A direção que tomamos faz toda a diferença. São as escolhas que determinam o destino. As estratégias ajudam no caminho a ser percorrido, mas a direção, o rumo, é o que conta. Isto vale para pessoas e para organizações.

Pessoas e organizações com olhares sensíveis, proativas, conectadas e abertas sempre vão mais longe. Sempre foi assim. Existe um movimento de renovação que faz parte da seleção natural das espécies, e das organizações.

Empresas com boas e inovadoras práticas tem destino certo

A sustentabilidade com seus princípios e diretrizes nasceu deste processo natural de renovação. De mudanças. Do desejo de dar um fim as práticas que desiquilibram a convivência social e o meio ambiente, e de avançar em novas formas de produzir e consumir, de se relacionar com o meio ambiente natural e social, de ter um propósito de existência.

As escolhas e decisões das pessoas mudam o mundo. As escolhas e decisões das organizações, potencializam a mudança. Tudo está na essência humana. E a sustentabilidade é a essência humana renovada que constrói um novo modelo civilizatório, mais justo e equilibrado, e por isto, sustentável.

Empresas inovadoras são fruto de pessoas inovadoras. Empresas éticas, também. Empresas com boas e inovadoras práticas tem destino certo. A elas pertencem o futuro.
BENCHMARKING – UM PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DA EXCELÊNCIA DAS BOAS PRÁTICAS NAS ORGANIZAÇÕES
Um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País, que certifica e compartilha cases de boas práticas. Hoje com 1 modalidade âncora e 5 modalidades paralelas é o mais legítimo dos movimentos de sustentabilidade pela pluralidade de vozes que congrega. 

Empresas, Universidades, Escolas Técnicas Profissionalizantes, Órgãos e entidades representativas e governamentais, Artistas, Personalidades, e mídia especializada fazem parte da iniciativa que está em sua 16a edição. 

Mais de 200 especialistas e ativistas de 25 diferentes países compõem as Comissões Técnicas que selecionam e validam os cases inscritos. A metodologia de seleção dos cases tem o reconhecimento da ABNT, e o Programa construiu e detém o maior banco de práticas de sustentabilidade certificadas e com livre acesso da internet. Até o presente momento, 192 organizações dos 3 setores da economia tiveram 373 cases certificados e compartilhados em publicações (livros, revistas, portais e bancos digitais) e eventos técnicos (encontros, seminários, fóruns e congressos). 

Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) estão inclusos na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e as metas e compromissos do Programa estão na plataforma SDG (Sustainable Development Goals) da Agenda 2030 da ONU. Veja em:  https://sustainabledevelopment.un.org/partnership/?p=22525 

As inscrições dos cases para certificação Benchmarking das boas práticas socioambientais ocorrem no período de 24 de janeiro a 31 de março pelo site.

São Paulo, 05 de Fevereiro de 2018

Programa Benchmarking Brasil  
Inteligência Coletiva em Sustentabilidade 
 www.benchmarkingbrasil.com.br

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Benchmarking abre hoje o período de inscrições de cases de sustentabilidade para certificação 2018

O Programa Benchmarking iniciou hoje o período de recebimento de cases de sustentabilidade para a certificação 2018. Podem participar organizações e gestores com boas práticas socioambientais. 

Especialistas de vários países (Brasil, Chile, França, Itália, Guiana Francesa) compõem a comissão técnica 2018 que selecionará os cases para serem certificados Benchmarking.

Esta é XVI edição, e portanto edição que encerra o ciclo quadrienal para a compilação dos cases certificados no período 2015-2018 que serão publicados no volume 4 da série de livros BenchMais - As Melhores Práticas em Gestão Socioambiental do Brasil. Portanto, a ultima chance empresas com boas práticas para marcarem presença em BenchMais 4 a ser lançado em 2019. Os cases podem ser inscritos online no site www.benchmarkingbrasil.com.br 


Sobre o Programa Benchmarking Brasil

Um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País, que certifica e compartilha cases de boas práticas. Hoje com 1 modalidade âncora e 5 modalidades paralelas é o mais legítimo dos movimentos de sustentabilidade pela pluralidade de vozes que congrega. Empresas, Universidades, Escolas Técnicas Profissionalizantes, Órgãos e entidades representativas e governamentais, Artistas, Personalidades, e mídia especializada fazem parte da iniciativa que está em sua 16a edição. 

Mais de 200 especialistas e ativistas de 25 diferentes países compõem as Comissões Técnicas que selecionam e validam os cases inscritos. A metodologia de seleção dos cases tem o reconhecimento da ABNT, e o Programa construiu e detém o maior banco de práticas de sustentabilidade certificadas e com livre acesso da internet. Até o presente momento, 192 organizações dos 3 setores da economia tiveram 373 cases certificados e compartilhados em publicações (livros, revistas, portais e bancos digitais) e eventos técnicos (encontros, seminários, fóruns e congressos). 

Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) estão inclusos na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e as metas e compromissos do Programa estão na plataforma SDG (Sustainable Development Goals) da Agenda 2030 da ONU.  Veja em:  https://sustainabledevelopment.un.org/partnership/?p=22525 

Uma organização só torna-se “Benchmarking” se comprovar a excelência de suas práticas junto a públicos especializados e formadores de opinião. 

Links recomendados:
São Paulo, 24 de Janeiro de 2018
Programa Benchmarking Brasil
Inteligência Coletiva em Sustentabilidade  

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Mostre suas práticas e eu direi quem tu és

Em momentos de crise, as práticas determinam os vencedores. Vencer ou morrer, eis a questão!

Igualmente a uma pessoa que passa por momentos em que precisa mostrar seu vigor físico e emocional para superar crises ocasionadas seja lá por que motivo for: doenças, acidentes, etc. as organizações também passam por tais situações. O histórico de suas práticas será decisivo para superação e sobrevivência, tanto no contexto da Pessoa Física quanto na Jurídica.

Igualmente a uma pessoa com histórico de práticas saudáveis, e portanto com maiores chances de sobrevivência, é a organização com suas boas práticas.

Para se ter um organismo saudável, além da genética, o estilo de vida é essencial. Boa alimentação, equilíbrio emocional, atividades físicas, exames de rotina, etc. etc. etc. Com a organização é a mesma coisa. Para se ter um empreendimento bem sucedido é necessário um conjunto de práticas de excelência em seu modelo de gestão
.
Na organização, entendo por carga genética, seus valores (que a conceberam e norteiam suas escolhas - a cultura), e por estilo de vida, suas práticas (modelos gerenciais que determinarão a competitividade). Tanto em um como em outro caso, as práticas serão decisivas para superação e crescimento.

Nem todos são campeões. Mas quem venceu treinou duro todos os dias

Nem todos são campeões. Mas quem venceu treinou duro todos os dias para superar suas limitações, fortalecer seus pontos fracos, e potencializar seus pontos fortes. Assim também é com uma organização. A cada dia um novo desafio, onde a excelência tem que estar presente. E serão as suas práticas que farão a diferença na linha do tempo, e em especial, nos momentos de crise. A isto, chamamos de gestão. Quanto mais sustentáveis forem as práticas, maiores as chances de sobrevivência, conquista e crescimento. Ou seja, de se tornar um vencedor.

Práticas sustentáveis. Preste atenção nestas duas palavras

Práticas sustentáveis. Preste atenção nestas duas palavras. Se for apenas retórica não será prática. E se não tiver excelência, não será sustentável. Portanto, nada superficial. Quanto juntam estas duas palavras, não é tão simples quanto possa parecer.  Nada de receitas prontas, ou de situações pontuais. É mais que inspiração, é processo. É mais que um fato isolado, é rotina. Em se tratando de organização, é mais que uma boa história, é o seu histórico.

Quando se fala de sustentabilidade, muitas organizações se auto certificam. Mas, este processo precisa de comparações, de transparência, de didática, de compartilhamento. As práticas são essenciais para transformação.  Não se torna campeão (pessoas ou organizações) sem boas práticas. E nem sustentável sem a excelência destas boas práticas. Mostre suas práticas e eu direi quem tu és, e quais suas chances de vencer ou perecer, pessoa ou corporação.
BENCHMARKING – UM PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DA EXCELÊNCIA DAS BOAS PRÁTICAS NAS ORGANIZAÇÕES
O Programa Benchmarking realizou sua 1ª edição em 2003 e pela seriedade e formato inovador tornou-se um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País. Hoje com 1 modalidade âncora (Senior) e 4 modalidades paralelas (Junior, Hackathon, Artes e Pessoas) é o mais legítimo dos movimentos de sustentabilidade pela pluralidade de vozes que congrega. Empresas, Universidades, Escolas Técnicas Profissionalizantes, Órgãos e entidades representativas e governamentais, Artistas, Personalidades, e mídia especializada fazem parte da iniciativa que completou 15 anos. A metodologia de seleção e certificação do Programa Benchmarking tem o reconhecimento da ABNT. Em 2013, Benchmarking Brasil foi o grande vencedor (1° colocado) na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha.O Programa Benchmarking incluiu os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e registrou metas e compromissos na plataforma SDG (Sustainable Development Goals) da Agenda 2030 da ONU.  Veja em: https://sustainabledevelopment.un.org/partnership/?p=22525

O Programa Benchmarking é considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira. Já certificou 373 práticas de 192 instituições de 27 diferentes ramos de atividades. Com mais de 200 especialistas de 23 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade que trabalha com diferentes públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira. Todo este conhecimento produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de boas práticas disponível na internet com grande visitação, eventos presenciais com transmissão pela internet (Fóruns de Sustentabilidade)são realizados. Já foram publicados 3 volumes da série BenchMais (livros) e veiculados 13 edições da Revista Benchmarking nas versões eletrônica e impressa. As publicações são distribuídas gratuitamente para público atuante e interessado nesta temática.

A XV edição do Programa Benchmarking Brasil contou com importantes apoios: Apoio Institucional: TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), e IAPMEI – Parcerias para o crescimento do Ministério de Economia do Governo de Portugal. Apoio Divulgação: Envolverde, Pensamento Verde, Ciclo Vivo, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), Revista Meio Ambiente Industrial e Revista Filantropia. Apoio Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e, Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie. O XV Bench Day, se realizou nos dias 29 e 30 de junho de 2017 no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP. 

As inscrições dos cases para certificação Benchmarking ocorrem anualmente no período de 24 de janeiro a 31 de março pelo site.

Links recomendados:

Metodologia: http://benchmarkingbrasil.com.br/metodologia-inovadora/  ODS: http://benchmarkingbrasil.com.br/as-boas-praticas-e-os-ods/ Comissão Técnica: http://benchmarkingbrasil.com.br/comissao-tecnica-geral/ Linha de Tempo: http://benchmarkingbrasil.com.br/linha-do-tempo-2/ Sou Benchmarking: http://benchmarkingbrasil.com.br/galeria-de-videos-benchmarking/

São Paulo, 23 de Janeiro de 2018
Programa Benchmarking Brasil
Inteligência Coletiva em Sustentabilidade  
www.benchmarkingbrasil.com.br

Benchmarking Brasil na plataforma online SDGs das Nações Unidas

A ONU desenvolveu e lidera um plano de desenvolvimento global com 17 objetivos e 369 metas para serem atingidos até 2030. São os ODS - Objetivos do Desenvolvimento Sustentável que foram assinados por todos os estados membros da Organização das Nações Unidas (ONU).  

Os ODS são uma continuidade dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, agenda acordada em 2000 pelos países-membros da ONU para combater a pobreza. São 17 objetivos que combatem problemas desafiadores da humanidade e propõem, entre outros, erradicar a fome e a pobreza, promover a agricultura sustentável, saúde, educação e igualdade de gênero, além de garantir a todos o acesso à água, ao saneamento e à energia sustentável, o crescimento econômico, emprego, a industrialização, cidades sustentáveis e a redução da desigualdade.

A ONU criou a plataforma on-line Parcerias para SDGs com o registro global dos compromissos voluntários e parcerias multipartidárias de todas as partes interessadas em apoio à implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS.  

O Programa Benchmarking que incluiu os ODS na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e realiza intensa agenda para compartilhar e fomentar práticas alinhadas com os ODS, registrou suas metas e compromissos nesta plataforma das Nações Unidas.  Veja conteúdo detalhado das metas voluntárias do Programa Benchmarking na plataforma SDGs,  AQUI
Na data de hoje, a plataforma registrava os ODS com maiores adesões, assim como a evolução destas adesões nos últimos anos da seguinte forma: 

Para saber mais sobre a plataforma visite o site: https://sustainabledevelopment.un.org/partnerships/ 

São Paulo, 19 de Janeiro de 2018

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Meio Ambiente e Sustentabilidade para Crianças encerra o calendário 2018 do Imais

   No dia 19/12 o Instituto MAIS encerrou o ano com uma atividade voltada para crianças com vídeos e interatividade sobre os temas ambientais. Durante o ano, o calendário de eventos contempla publico jovem e adulto numa programação mensal de fóruns de sustentabilidade, e em 2015 pela primeira vez foi incluído no calendário uma iniciativa voltada para o publico infanto juvenil. 

Este ano, um cineminha foi montado no evento portas abertas do TRF3 da Avenida Paulista que recebe crianças e pais do local. Na programação, vídeos sobre meio ambiente seguido de uma roda de conversa com o Engenheiro Ambiental Gustavo Trentin Prado que interagia com as crianças sobre os temas abordados. 

A programação contou com vários vídeos para diferentes faixas etárias, assim como o bate papo com o engenheiro ambiental. Crianças com idade a partir de 3 anos participaram e interagiram mostrando o interesse e curiosidade sobre situações distintas da sustentabilidade.  

O Instituto MAIS acredita que nosso futuro comum será resultado das nossas práticas presentes, e dentro deste contexto, as crianças são essenciais para a transformação deste planeta num mundo melhor para todos.