quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Dia do Rio Tietê

Hoje foi comemorado o dia do Rio Tietê com programação especial no Parque Ecológico Tietê para chamar atenção sobre a importância da preservação ambiental e do rio. Presente escolas, comunidade e frequentadores do Parque.  O Instituto MAIS mais uma vez esteve presente na abertura e na programação com sua equipe de amigos e parceiros. A programação incluiu atividades culturais e musica. A seguir, registro da participação do Instituto MAIS neste importante evento de conscientização ambiental.


 Junto a arvore que foi plantada em 2013

Sorteando O Livro BenchMais 3  - As Melhores Práticas Socioambientais do Brasil ao publico presente


Junto aos meninos do PET - Escola de Futebol Meninos do Parque Ecológico Tietê 


Morgana Cruz e Marilena Lavorato no espaço Cultura de Sustentabilidade com as Obras certificadas em Benchmarking das Artes


Prof. Vitor Cesar Maniero do Centro Cultural Tietê e Marilena Lavorato do Instituto MAIS  


Agradecimento ao Coral "Luar do Sertão" 

Sobre o Parque Ecológico Tietê: Inaugurado em 1982 e revitalizado em 2004,  abriga uma área de aproximadamente 13 milhões de m² que se extende desde a Barragem da Penha até o município de Guarulhos. Considerada uma das grandes reservas ambientais da cidade, além de proporcionar um espaço para prática de esportes, serve ainda de bacia de acumulação de água do Rio Tietê. Estão distribuídos em seu núcleo principal diferentes tipos de equipamentos educacionais, culturais, recreativos, esportivos e interativos, bem como lagos e matas que servem de refúgio para animais silvestres.

Sobre o Rio Tietê: É conhecido nacionalmente por atravessar, em seus 1 010 km,praticamente todo estado de São Paulo de leste a oeste, marcando a geografia urbana da maior cidade do país, a capital paulista. Ao contrário de outros rios, o Tietê se volta para o interior e não corre para o oceano, característica que o tornou um importante instrumento na colonização do país. O nome "Tietê" foi registrado pela primeira vez no ano de 1748 no mapa Danvile[3]. O hidrônimo é de origem tupi e significa "água verdadeira", com a junção dos termos ti ("água") e eté ("verdadeiro"). 

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Benchmarking Magazine, 12th edition

Att. Áreas de Responsabilidade Social, Meio Ambiente e Sustentabilidade


A 12ª edição da Revista Benchmarking já está pronta. Em pauta, assuntos atuais e relevantes da sustentabilidade com foco nas boas práticas (todos inéditos). Nesta edição: Geoff Kendall (Fit Future Business), John Elkington (Triple Botton Line), Ernst Gotsch  (Sintropia), entre outros.  

Distribuição gratuita para profissionais das áreas de RS, RI, MA e Sustentabilidade.  Para receber exemplares impressos, favor informar os dados dos profissionais da área:  Empresa, nome, cargo, email, e endereço postal corporativo completo (com CEP). Para ler a versão eletrônica, siga para o link a seguir ou imagem da capa abaixo:  benchmarkingbrasil.com.br/benchmarking-magazine-12th-edition/


O nosso futuro será resultado das nossas boas práticas no presente
Benchmarking Brasil – Inteligência Coletiva em Sustentabilidade

terça-feira, 19 de julho de 2016

Sai o relatório Benchmarking em números - 2003 a 2016

O Programa Benchmarking Brasil divulga seu relatório com informações consolidadas no período 2003 a 2016. Os números impressionam e mostram porque o Programa é considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira, e plataforma da inteligência coletiva em sustentabilidade. Veja os números: 
  • 14 edições realizadas
  • 356 cases Benchmarking certificados e organizados em 10 categorias gerenciais
  • 187 organizações dos 03 setores da economia e de 26 ramos de atividades, localizados em 17 diferentes estados da federação
  • 191 especialistas de 21 diferentes países na comissão técnica
  • 01  série com 3 volumes publicados: BenchMais1, BenchMais2 e BenchMais3
  • 01 revista, 12 edições publicadas
  • 01 Banco Digital com livre acesso na internet
Inteligência Coletiva em Sustentabilidade
Clique na capa para ser remetido a versão eletrônica

Capa_relatorio_bench_2016

Sobre o Programa Benchmarking Brasil: 

Bench_louro_verde_2016_pO Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 356 práticas de 186 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. 

Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira.

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. 

Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional:  TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. 

O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizou nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP.

São Paulo, 18 de Julho de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Ranking Benchmarking mostra como a sustentabilidade está sendo aplicada nas organizações brasileiras

TELA_ASSINATURA_FOTOGRAFIA

A cada nova edição, nota-se o aprimoramento da gestão socioambiental brasileira. O Ranking Benchmarking oferece indicadores para se monitorar movimentos relevantes da sustentabilidade na área empresarial.   Observa-se como a sustentabilidade está sendo aplicada pelas empresas, como por exemplo, o grau de aprimoramento do modus operandi (sistemas de gestão), as áreas que recebem mais atenção, e até mesmo, os segmentos e ramos de atividades mais comprometidos e por isto, mais avançados em suas boas práticas socioambientais. Com um olhar mais atento podemos ver o surgimento de tendências e novos cenários se formando.

A edição 2016 registrou algumas particularidades que merecem destaques para uma compreensão mais apurada da realidade socioambiental brasileira. As práticas certificadas dá suporte para uma visão mais clara sobre a preferência das empresas em determinados focos para investimentos e atuações. 

1- Temas Campeões:

Como já esperado, "educação e informação socioambiental" foi uma das categorias mais concorridas com aproximadamente 30% dos cases certificados. 
2016_Tematica_Gerencial

2- Ramos de Atividades com maior comprometimento e avanço:
Já em relação ao ramo de atividade com maior presença no Ranking tivemos o seguinte apontamento: "Energia" com 23% dos cases certificados (4 cases), seguido de "Agrobusiness" com 18% (3 cases).
2016_Ramo_de_Atividade

3- Estados e Regiões mais atuantes:
O Ranking 2016 contemplou empresas de 6 diferentes estados localizados em 4 regiões (Sul, Sudeste, centro oeste, e Nordeste). A região sudeste respondeu por 71% do total. São Paulo foi o estado com maior número de cases certificados (8 cases), seguido do estado do RJ (4).
2016_Estados
2016_Regiao

4- Segmentos participantes: 
A iniciativa privada lidera com quase 41% dos cases certificados (8). Mas o Ranking 2016 também congrega Empresas Públicas, Fundação, Institutos, ONGs e Governo. Portanto tivemos os 3 setores representados.
2016_Segmento

5- Comissão Técnica multidisciplinar e com especialistas de 05 diferentes países
A Comissão técnica 2016 em conformidade com o regulamento do Programa Benchmarking Brasil reuniu 15 especialistas de 5 diferentes países. Ou seja, contou com 1/3 do corpo de jurados de outros países para conferir visão global na análise.
Com_Tec_Ano

Conclusões e justificativas

A edição 2016 apresenta números e informações que nos remete a algumas conclusões. Por exemplo: Educação e Informação (5 cases) continua firme e constante na preferência das empresas para implementação de práticas de sustentabilidade, aliado a região sudeste que continua com a maior concentração de empresas no Ranking. Já no quesito ramos de atividades, a edição 2016 teve mudanças com energia e agrobussiness no topo. Este é o cenário da gestão socioambiental brasileira desta edição. 

Benchmarking Brasil, além de compartilhar as práticas certificadas em seu Banco Digital e nas publicações (livros, portais e revistas), também fornece dados relevantes para compreensão do nível de maturidade e dos avanços conquistados pela gestão socioambiental brasileira. Não é sem motivos que é considerada como sua mais precisa fotografia.

Sobre o Programa Benchmarking Brasil: 

Bench_louro_verde_2016_pO Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 356 práticas de 186 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. 

Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira. 

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. 

Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional:  TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizou nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP. 

São Paulo, 12 de Julho de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Ranking Benchmarking 2016 - Legítimos da Sustentabilidade

selo_vermelhoOntém, em São Paulo,  foi conhecido o Ranking 2016 dos Legítimos da Sustentabilidade, selecionados pelo Programa Benchmarking Brasil - uma iniciativa pioneira e líder na certificação das melhores práticas socioambientais.

O "Dia Benchmarking, Compartilhar para Crescer"  (Bench Day) foi aberto pela Presidente do Tribunal Regional Federal da 3a Região, a Desembargadora Federal Dra Cecília Marcondes que reafirmou a importância das boas práticas para o desenvolvimento sustentável, fundamentado no equilíbrio socioeconômico e ambiental. 

A idealizadora do Programa, a especialista e ambientalista Marilena Lavorato disse que a sustentabilidade se tornou uma nova fronteira de inovação para a sociedade, e que o programa desenvolveu uma metodologia capaz de identificar a legitimidade dos que nela atuam com base na excelência de suas práticas. "Trabalhamos exclusivamente com práticas socioambientais , ou melhor, com a excelência destas boas práticas. Destacou a pluralidade e capacidade agregadora do programa para ser coerente com a vocação do tema que é de interesse difuso, e finalizou afirmando "Sem boas práticas, a sustentabilidade não existe. Fica restrita a retórica", disse Marilena


Benchmarking Brasil - Inteligência Coletiva em Sustentabilidade


Durante mais de 10 horas, especialistas, ativistas, lideranças e profissionais da área socioambiental de todo país estiveram reunidos num ambiente interativo de exposições, troca de experiências e conteúdos práticos. Cases, Aplicativos, Projetos, vídeos e arte fizeram parte deste efervescente dia pela difusão e incentivo a adoção das boas práticas de sustentabilidade. Foram certificados: 20 cases, 5 aplicativos, 5 projetos de inovações verdes, e 5 obras de arte sustentável, além do reconhecimento e homenagem a personalidade cuja trajetória deixará um legado para as próximas gerações. Benchmarking Brasil mais uma vez mostrou o lastro da sustentabilidade, as suas boas práticas.


XIV BENCH DAY - Legítimos da Sustentabilidade 2016

Dra_Cecilia_p Marilena_edit_p 
Dra Cecilia Marcondes, Desembargadora Federal e Presidente do Tribunal Regional Federal 3a Região e Marilena Lavorato, Idealizadora Benchmarking, na abertura

publico_foyer_p Publico_auditorio_p  
  Casa Cheia e intensa agenda para um seleto público de especialistas e ativistas de todo país 

RANKING BENCHMARKING DOS LEGÍTIMOS DA SUSTENTABILIDADE 2016

Para conhecer o Ranking de cada uma das modalidades, clique na foto correspondente

Senior_edit_p
Ranking Benchmarking Senior 

Pessoas_edit_p  
Benchmarking Pessoas - Rolando Boldrin recebe troféu das mãos da Desembargadora Federal, Dra Consuelo Yoshida

 Indicadores_edit_p Artes_edit_p
Ranking Indicadores e Benchmarking das Artes 

  Bench_jr_edit_p  Hackathon_edit_p
Ranking Benchmarking Junior e Hackathon MAIS da Sustentabilidade

Para conhecer o Ranking de cada uma das modalidades, clique na foto respectiva. 

Sobre o Programa Benchmarking Brasil: 

Bench_louro_verde_2016_pO Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. 

Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira. 

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional:  TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizou nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP. 

São Paulo, 01 de Julho de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Benchmarking Brasil mostra o ativo sustentável das organizações - suas boas práticas

triple-bottom-line1No mundo corporativo, muito se fala em sustentabilidade, mas as práticas não acontecem com o mesmo vigor ou com a mesma qualidade do discurso. 

As organizações se mostram interessadas nas políticas sustentáveis, mas nem todas conseguem colocá-las em prática com a excelência necessária.  

O lastro (comprovação do ativo) da sustentabilidade está exatamente nas boas práticas que trarão resultados a organização nos pilares social, ambiental e econômico. 

Sem práticas, ou melhor, sem práticas com excelência gerencial, não se constrói nenhum ativo. E aí entra o Programa Benchmarking Brasil com sua metodologia de certificação focado na excelência do Modus Operandi das boas práticas.  

Benchmarking Brasil - o contra ponto ao greenwashing

people_profit"Um filtro criterioso por qual passam poucas organizações", diz Marilena Lavorato sobre o Programa Benchmarking que idealizou há 15 anos.  "O resultado de quase uma década e meia comprova que o discurso está desconectado da prática. Muito discurso, pouca prática, e menos ainda quando avaliada com olhos de especialistas", finaliza. 

Nesta semana, dia 30/06,  o Programa realizará sua 14a edição, onde cases de boas práticas que foram certificados por especialistas de vários países com metodologia reconhecida pela ABNT serão apresentados em seminário e conhecido suas pontuações e classificações no Ranking em solenidade.  E assim, o Programa segue prestando sua grande contribuição a sociedade na medida em que expõe o ativo "sustentável" das organizações de forma criteriosa e confiável. 

Programação XIV Bench Day

CONVITE BENCH_2016_programa_30_06_local_m

Sobre o Programa Benchmarking Brasil:

Bench_louro_verde_2016_pO Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. 

Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira.

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. 

Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional:  TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. 

O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizará nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP. Veja programação do XIV BENCH DAY, Aqui

São Paulo, 27 de Junho de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Caçadores de Boas Práticas

bestp

Na semana do meio ambiente, e em especial o momento em que brasileiros vivem, achamos oportuno resgatar um dos artigos publicados no volume 3 da série BenchMais - As melhores práticas socioambientais do Brasil de autoria de sua idealizadora Marilena Lino A. Lavorato. Trata-se de um artigo que fundamenta a importância da educação e da ética para construção de sociedades mais sustentáveis. 
Benchmarking Brasil: Exemplos que educam, práticas que transformam
Benchmarking é uma ferramenta de gestão que promove a melhoria contínua por meio do compartilhamento das melhores práticas.   Adotado com frequência por gestores e lideranças corporativas porque bebe diretamente na fonte do conhecimento aplicado (e testado) e se aprende com quem tem excelência no que faz. 
Mas para se praticar “Benchmarking” é preciso ter espirito colaborativo e a consciência de que a troca de experiências bem sucedidas gera competitividade para todos. Benchmarking floresce em ambientes proativos e se instala em empresas transparentes e comprometidas com a melhoria contínua de seus processos e práticas. Benchmarking cria um circulo virtuoso onde todos ganham.  Faz a gestão do conhecimento e desenvolve a inteligência coletiva.
Mas quando falamos em Benchmarking de boas práticas de sustentabilidade, o círculo virtuoso que se estabelece vai além. Esta prática se torna um potente canal de comunicação para prestação de contas e transparência da empresa em relação a questões de sustentabilidade.  A empresa que pratica Benchmarking não se restringe a informar seus resultados (indicadores), mas especialmente como se chegou a eles.  E assim dá um passo a mais no seu diálogo com a sociedade, em especial, com públicos especializados que são críticos por natureza.
Benchmarking só trabalha com a excelência, e esta, é uma conquista diária que exige dedicação, disciplina e principalmente, aperfeiçoamentos técnicos e estratégicos.
Se fizermos o paralelo com os bons exemplos, a situação é a mesma.   Uma pessoa acima da média tem excelência no que faz, e por isto chegou lá e se destacou.  As histórias de personalidades  “acima da média”,  ou se preferir, dos “vencedores” estão repletas de fatos de superação que exigiram muita disciplina, técnica e conhecimento, e superação. E justamente por estes atributos que se tornam referências, com suas histórias e casos de sucesso a nos inspirar e a nos ensinar. 
  
cacadores_praticas_mBenchmarking Brasil: Caçador de Boas Práticas

A história nos apresenta “personalidades” admiradas que até hoje nos inspiram pelos seus exemplos de vida.  Mas se olharmos com pouco mais de atenção notamos que estes “bons exemplos” que permanecem ao longo dos séculos são raros. E esta premissa continua forte e firme nos dias atuais.   Pessoas acima da média (Vencedores) e bons exemplos não se encontram em qualquer esquina.  E o mesmo acontece com os que são reconhecidos como “Benchmarking”, empresas e gestores com excelência em suas boas práticas socioambientais também não se encontra com tanta facilidade assim. 

E aí começa o grande desafio do Programa Benchmarking Brasil que é selecionar e certificar práticas com excelência socioambiental.  Embora o tema “sustentabilidade” tenha ganhado força na ultima década, a “gestão” em si ainda tem um longo caminho pela frente. A área é muito recente dentro dos modelos organizacionais, e as boas práticas nem sempre estão concentradas em um único departamento. Por vocação, as boas práticas sempre permeiam departamentos distintos e agregam profissionais de diferentes formações.  É uma cultura que está ou não internalizada na estratégia de negócio da empresa. As inovações sustentáveis ganham força e os métodos de aferição para tangibilizar resultados estão cada dia mais precisos. Mas ainda são poucas as empresas que estão tratando a sustentabilidade como uma nova fronteira de inovação.

O Programa Benchmarking se tornou um verdadeiro “caçador de boas práticas” para identificar organizações que tenham excelência em práticas de sustentabilidade. Um trabalho árduo de pesquisa e incentivo junto as organizações com potencial de participação no Programa. Embora exista uma pré-disposição para compartilhar indicadores socioambientais, o mesmo não acontece em relação ao detalhamento e modus operandi (práticas e processos) de como se chegou a eles (indicadores). 

Benchmarking Brasil não é convencional e sofre com as visões superficiais de suas atribuições.  A iniciativa se destacou e cresceu porque sempre pensou a sustentabilidade dentro de uma nova lógica de prosperidade e inovação. Quanto mais organizações participam, maior a excelência gerencial e a inteligência coletiva em sustentabilidade.  Mais práticas serão reconhecidas, e mais gestores serão inspirados a adotarem práticas semelhantes.  Maior será o poder de transformação da sociedade em relação aos princípios e diretrizes da sustentabilidade.

Transformação e competitividade

A organização que não persegue a melhoria contínua de suas práticas é uma organização sem futuro.  Quem não tem excelência gerencial é forte concorrente a extinção.  A própria teoria da evolução de Darwin nos ensina que não é o mais forte que sobrevive e sim o que melhor se adapta as mudanças. E mudança é a regra número 1 do mercado. 

As organizações perenes são aquelas que se renovam, se reinventam, e se aperfeiçoam através de suas práticas. São elas (as práticas) que conferem competividade e liderança, responsáveis pela sobrevivência das organizações.  São elas que transformam culturas, redesenham cenários, alternam lideranças e aceleram processos.  Elas (as práticas) são as grandes responsáveis pelas transformações que aceleram o desenvolvimento de países, regiões e segmentos industriais, e que por sua vez,  determinam a evolução da humanidade.  Por isto, a importância de iniciativas como o Programa Benchmarking, e, por isto o privilégio de ser uma “caçadora de boas práticas”.

Marilena Lino de Almeida Lavorato -  Idealizadora e organizadora do Programa Benchmarking Brasil

Sobre o Programa Benchmarking Brasil:

Bench_louro_verde_2016_pO Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. 

Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira.

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. 

Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional:  TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. 

O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizará nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP. Veja programação do XIV BENCH DAY, Aqui

São Paulo, 08 de Junho de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Legítimos da Sustentabilidade 2016

sou_bench_mao1 (1)
Sai a lista dos cases selecionados para integrar o Ranking Benchmarking 2016

Sustentabilidade restrita ao discurso não pode ser considerada como tal. A sustentabilidade sem práticas não existe. 

Este fundamento é norteador do Programa Benchmarking que certifica práticas com excelência técnica gerencial que comprovam resultados positivos em favor do meio ambiente natural e/ou social. 

Legítimos da sustentabilidade são organizações e gestores que adeptos da transparência, e com a segurança própria de quem faz, submete suas práticas para avaliação de especialistas. Esta é da dinâmica da metodologia do Programa Benchmarking Brasil que é reconhecida pela ABNT. 

Na edição 2016, especialistas de vários países avaliaram e selecionaram organizações e cases para o Ranking Benchmarking 2016 dos detentores das melhores praticas socioambientais do país. São organizações que tratam a sustentabilidade como uma nova fronteira de inovação, e portanto não paralisam seus projetos socioambientais em virtude de crise ou qualquer outro tipo de turbulência.  Entendem a sustentabilidade como uma atitude responsável e competitiva.
  
“O Programa Benchmarking Brasil faz contraponto ao green washing, e; a organização que participa comprova sua coerência e transparência ao submeter seu case de sustentabilidade para avaliação de especialistas de vários países. Apenas os cases que atingem score suficiente (índice técnico) são certificados e reconhecidos pela excelência técnica de suas práticas ”, diz Marilena Lino Lavorato idealizadora do Programa Benchmarking.  

Os cases Benchmarking passam a integrar o maior banco digital de práticas de sustentabilidade certificadas (mais de 350 cases) com livre acesso do país. Também são publicados em livros e revistas especializadas e de gestão, além de apresentados em encontros técnicos.   A seguir, em ordem alfabética, as organizações e cases Benchmarking 2016

selo_vermelho1


XIV RANKING BENCHMARKING 2016

Detentores das Melhores Práticas Socioambientais do País

Ordem Alfabética


ALUMAR - Consórcio de Alumínio do Maranhão 
Ações Ecológicas em Manguezal

Biosev
Programa de Segurança Veicular

Biosev
Prevenção de Incêndio

Cargill Agrícola
Prêmio Cargill Água

CMB - Casa da Moeda do Brasil

Produção Sustentável

CEAGESP - Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo

Reduzindo o desperdício

Caixa Econômica Federal

Projeto Geração de Renda

Copel Geração e Transmissão

Museu: 15 anos de memória, guarda, cultura e história

Dana

Fertirrigação beneficia rio

Fundação Alphaville

Dilema comum ação compartilhada

Fundação Faculdade de Medicina
Devolução de Medicamentos

Fundação Vunesp
Sistema Agroflorestal Rikwil

Furnas
Empresa Educa

Instituto Embratel Claro

Rede+Criança

Itaipu Binacional
Biodiversidade nosso patrimônio

Associação Educacional Labor

Educação para Sustentabilidade

Neoenergia

Programa Diálogo


Modalidade Indicadores: 

Caixa Econômica Federal

Projeto Ilhas de Impressão

Fleury
A Experiência de implantação de uma unidade Sustentável em uma empresa de saúde

Itaipu Binacional

Cultivando Água Boa na Bacia Hidrográfica do Rio Paraná III

Bench_louro_verde_2016_pSobre o Programa Benchmarking Brasil:

O Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. Com aproximadamente 200 especialistas de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. 

Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) destinado ao público corporativo e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon MAIS) destinado ao público jovem, artistas e personalidades ativistas. Além das organizações, o Programa trabalha com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira.

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados (BenchMais 1, 2 e 3) e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking (versões eletrônica e impressa) que são distribuídas gratuitamente para público interessado nesta temática. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. 

Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com apoios importantes, tais como: Institucional:  TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal. Divulgação: diversos portais e revistas especializadas em sustentabilidade tais como: Envolverde, Pensamento Verde, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), e Revista Meio Ambiente Industrial. Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e as Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie, parceiros nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS. 

O XIV Bench Day, ocasião em que se apresenta o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade 2016 se realizará nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP.

São Paulo, 06 de Junho de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br